Arrumações

23:35

Ontem à noite decidi arrumar o meu roupeiro.
Estava tão apinhado de roupa que eu já não encontrava nada e tudo o que lá estava dentro ficava amachucado (imensas vezes de manhã lá tinha eu que ir passar qualquer coisa a ferro).
Ainda lá tinha muita roupa de inverno, que já não uso há meses.
Primeiro tirei tudinho e coloquei em cima da minha cama. Colocar é a forma educada de dizer, na realidade atirei tudo à bruta. Nem imaginam a poeirada, o que é sempre bom para quem tem alergias.
Depois separei tudo em vários grupos:

  • vestidos de verão (para trabalho)
  • partes de cima que precisam de estar penduradas
  • calças e saias
  • roupa de praia
  • roupa de inverno
Primeiro arrumei os vestidos, depois as calças e por fim os tops. A roupa de inverno foi dobrada e guardada em sacos para ir para a arrecadação. A maior parte desta roupa de inverno foi comprada enquanto eu estava de licença de maternidade. Onde é que eu tinha a minha cabeça nessa altura? Encontrei foleiradas até dizer chega. Uma saia plissada com uns lacinhos que eu nunca mais a irei vestir, um vestido aos folhinhos prateado, um top com lantejoulas nos ombros que comprei ao preço da chuva na Bershka... o problema foi quase sempre o preço ser barato e eu achar que estava a fazer óptimos negócios. Parece que perco toda a racionalidade e sentido de estética. Comprar só porque está barato só traz mau resultado. Não me posso esquecer disto, principalmente agora nos saldos. 
Outra coisa que encontrei foi algumas peças de roupa ainda com a etiqueta do preço, o que significa que nunca as usei...
Após muita roupa guardada em sacos, lá passei para a roupa de praia. Foi simples, foi tudo corrido para uma gaveta e pronto.
Muito tempo e muitos espirros depois lá consegui que tudo ficasse com bom aspecto.

Vocês também se desiludem com as vossas próprias compras?

Xoxo

You Might Also Like

2 comentários

Seguidores

Like us on Facebook