Querido mudei o quarto

22:55

A minha casa de Lisboa tem muita coisa: fotos, lençóis, toalhas, velas, caixinhas, flores. Tem também muita tralha que não interessa nada a ninguém, mas mesmo assim há certos sítios que me parecem vazios ou inacabados. O meu quarto era claramente um deles. Achava as paredes muito despidas. Pensei em pintar, em usar um stencil para criar um padrão, ou colocar papel de parede. As janelas não tinham cortinados, por isso havia uma delas (a maior) que nunca era aberta, ou seja, quase não havia luz naquele quarto.
Na semana passada decidi acabar com a minha inércia e fazer alguma coisa para melhorar o quarto. Pedi ajuda aos meus pais e lá fizemos umas alterações.
Infelizmente esqueci-me de tirar fotos ao quarto antes da mudança, por isso aqui fica um "entretanto" e um "depois".

Entretanto:



Depois:






O papel de parede é do Leroy Merlin e devia ser o mais barato da loja. Não o escolhi por isso, mas sim por gostar do padrão. Por o preço ser tão baixo tive medo que o papel se rasgasse todo enquanto o colocávamos. Não foi muito fácil, principalmente a parte de cortar o excesso em cima e em baixo. No entanto, depois de seco o papel ficou óptimo, todo esticadinho e sem qualquer bolha (de qualquer forma eu e os meus pais já temos experiência porque somos sempre nós que fazemos estes trabalhos de bricolage em minha casa). Gastei três rolos, sendo que no terceiro ainda sobrou mais de metade do papel. Isto foi possível, porque com este desenho não é preciso fazer acertos.

O espelho é de uma loja chamada Metamorphoses Home Design. Foi a peça mais cara que comprei, mas teve um bom desconto e por isso o preço não chegou aos três dígitos.

Os cortinados são também do Leroy Merlin e, por acaso, também estavam com desconto. Tinha comprado uns ainda mais baratos no Ikea, mas não gostei do resultado final, por isso acabei por optar por estes todos brancos, mas com uns ligeiros relevos. O varão é daqueles extensíveis do Ikea.

Por último comprei aquele cabide branco na Zara Home. Para uma pessoa bastante desarrumada como eu, preciso de ter facilitadores de arrumação (pelo menos de arrumação visual) e ter um cabide é uma boa opção para não deixar a roupa espalhada pelo chão.

De resto mantive tudo, candeeiros, tapetes, almofadas, roupa de cama. Aliás, acho que este papel com riscas pretas e brancas até veio dar vida à cor destes objectos que já lá estavam.

Para mim o importante é que o quarto ficou mais giro, mais confortável (posso abrir os estores e ter luz, sem que me vejam) e gastei pouco dinheiro.

Espero que tenham gostado!

You Might Also Like

4 comentários

Seguidores

Like us on Facebook