Fazer uma cabeceira de cama

23:09

Adorava ter tirado fotos dos vários passos enquanto fiz a cabeceira do post anterior, mas infelizmente não o fiz.

A primeira coisa a saber é que é facílimo fazer uma cabeceira, principalmente uma lisa como aquela.
Segunda: a coisa mais chata é ter de comprar os vários materiais: napa, esponja, dracalon, placa de mdf e um agrafador eléctrico (para quem não tiver já um).

Começando pela parte dura da estrutura, a placa de mdf. Acredito que a encontrem em qualquer Leroy Merlin ou outra loja do genéro e é só cortarem à medida que pretendem. Na realidade nós mandámos cortar à medida um estrado que havia pela casa sem qualquer utilidade. Foi a pior coisa, porque o raio do estrado pesava toneladas, o que me dificultou um bocado o trabalho. Se não me engano as medidas com que ficou foi 1,80m de largura e 1,5m de altura.

O segundo passo e que eu acho que sem dúvida deveria existir é a esponja. Torna a cabeceira mais bonita e, acima de tudo, mais confortável. Mas como não fui eu que comprei os materiais essa parte não veio :)

Depois de colocarem a esponja por cima da placa, cubram-na com o dracalon e agrafem-no nas costas. Nesta parte ainda não é preciso grande perícia e o agrafador também não precisa de ser nada de especial, tem é de ser elétrico até porque vai ser muito usado. O meu é o mais barato do Leroy Merlin: Practyl ET16 (14,99€). Sugiro que peçam ajuda a um funcionário para perceber que agrafos servem naquele agrafador.



A seguir é a vez de se colocar a napa ou o tecido que escolheram. A napa desta cabeceira julgo que é do Vidal em Campo de Ourique e custou uns 13€/m. Tenham cuidado se escolheram um tecido com algum padrão geométrico, para que este fique centrado na cabeceira. Neste caso eu tive de ter o cuidado para que as "linhas" horizontais ficassem bem direitas.
Primeiro agrafem um lado qualquer e a seguir agrafem o oposto tendo a certeza que o tecido está bem esticado. Isso é fundamental! Eu repeti este passo nos outros dois lados e deixei os cantos para o final.
Os cantos são o mais difícil, mas o importante é não esquecer que atrás vocês podem fazer as dobras que vos apetecer até que o canto fique bem bonito.

Eu ainda cobri as costas da cabeceira com tecido crú.

Sobre este tema sugiro que visitem este post do blog White Glam onde está tudo super bem explicado e fotografado.

You Might Also Like

1 comentários

Seguidores

Like us on Facebook